Vivências Grupais

Voltadas para o Ser interno, crescimento, autoconhecimento, cura e ampliação da consciência. Envolvem intenso contato com a natureza, para nos sintonizar com a verdadeira essência e clarear nosso propósito de vida.

 

Jornadas Xamânicas

Experiências que levam a estado xamânico e consciência, cruzando portais da realidade comum para perceber um campo mais amplo, além da matéria, visitar lugares já trilhados, encontrar aliados, animais de poder, guias e protetores, receber ensinamentos, ter experiências de cura.

(Leia mais em artigos)


 

Sauna Sagrada

A Sauna Sagrada ou Inipi é uma cerimônia sagrada de cura, renovação, sacrifício e transformação. O formato de casco de tartaruga lembra o útero da Mãe Terra. Inspiramo-nos, geramos pensamentos positivos e enviamos as boas preces ao Grande Espírito, à Mãe Terra, aos nossos antepassados, nós mesmos e aos nossos semelhantes. Local para entrar em contato com a energia ancestral, liberar traumas, medos, limitações, entregar tudo para o calor do fogo e das pedras, devolver para a natureza o que foi tirado dela e nos reconciliar com a essência Divina e a presença de Deus em nós.

(Leia mais em artigos)


 

Roda de Cura

A Roda de Medicina é um poderoso e antigo instrumento de Cura usado pelos povos nativos desde os tempos imemoriais. Ela representa o Universo,  a vida, a mente de Wakan Tanka (o Grande Espírito) em manifestação em tudo quando existe.

Em círculo, o grupo se reúne para partilhar sonhos, visões experiências. Quando alguém fala, uma parte de nós fala junto e algo dentro ressoa. Somos mestres uns dos outros e a Roda de Cura nos ensina isso profundamente.

Por isso é considerada uma ''professora silenciosa" da realidade das coisas, revelando como elas são ou estão e, também, como podem vir a ser.

(Leia mais em artigos)

 

SPA DA ALMA - Terapia Integral

Trabalha o Ser em busca da harmonização corpo-mente-emoção-espírito. São encontros de uma semana, em pequenos grupos, para um tratamento mais profundo.

Trabalho em grupo: meditação, yoga, estudo, sauna sagrada, roda de cura, jornadas xamânicas,  fogueira, toques de tambor, danças, canções sagradas, caminhadas, retirada de implantes e chips dos corpos sutis, florais, cuidados com a terra (horta, jardins, ervas), preparação de alimentação vegetariana , chás, banhos com argila, ervas e fricção.

Trabalho individual: Terapia de Vidas Passadas, Captação Psíquica, Resgate de Alma, limpeza energética, silêncio, revisão diária.

 

Terapia de Vidas Passadas

Regressão de memória aos eventos que originaram os bloqueios e que acionam gatilhos de dor e sofrimento, que levam a repetição de padrões nesta vida. Indicada para tratamento de dificuldade com relacionamentos que não se completam, medos inconscientes, traumas, bloqueios, distúrbios de ordem social, emocional, psíquica, alimentar, sexual, espiritual, etc. além de outros aspectos resistentes a terapias convencionais.

 

Cura Psíquica de Vidas Passadas e Resgate de Alma

Poderoso instrumento de cura, trata de padrões cristalizados ao longo de várias vidas, que formam complexos sistema de crenças e impedem a pessoa de fluir na vida e ser feliz. As vidas passadas do paciente são captadas pela sensitiva e localizados os eventos originários do padrão que causa dor e sofrimento. Encontramos os fragmentos de alma que estão dissociados e negociamos a sua volta. Identificamos os pontos e campos de energia bloqueados nos corpos energéticos do cliente, que são drenados e integrados ao paciente, de forma equilibrada e esclarecida.

Esses trabalhos são realizados com os Terapeutas Carlos Oliveira e Valéria Bastos

Busca da Visão

A Busca da Visão é uma das sete cerimônias sagradas dos Sioux. Na língua Lakota é chamada de Hanblecheyapy: Chorando por uma Visão.

A cerimônia da Busca da Visão ocorre em 4 dias, onde o buscador isola-se em uma montanha, em jejum e em silêncio. Este é um tempo para refletir e renascer. O Buscador estará a sós com os quatro ventos, com a Mãe Terra e o Povo Estrela.

A intenção do Buscador é compreender sua união com todas as coisas, com o Grande Espírito e com o seu Eu Superior. Obter respostas para alguns de seus problemas mais complexos, entender seu propósito de vida e ter algumas visões que contribuam para o bem estar de nossos irmãos e a preservação da Mãe Terra.

Um grupo de apoiadores permanece em sintonia com os buscadores, entoando mantras e canções sagradas, tocando tambor, velando o fogo, dia e noite, até o final do ritual.

(Leia mais em artigos)

 

Retiros e Meditação

Momentos para desfrutar de silêncio, meditação, contato com o ser interno e com as forças da natureza.

 

Medicina do Xale

Para alguns povos tribais, o Xale simboliza o retorno ao lar e aos braços da Mãe Terra e significa sentir-se envolvido pelo seu amor e proteção.

A cerimônia da Tomada do Xale foi um ensinamento que surgiu numa época em que alguns desses povos não conseguiam mais viver no mundo dos brancos. Esses, que escolheram voltar para casa e abraçar os ensinamentos dos seus anciões, foram os primeiros a Tomar o Xale.

Para os índios, ele simbolizava o retorno ao lar. Estamos num momento de recordar nossa essência e nossos potenciais. Podemos voltar a ser como antes, um modo de ser que já fez parte do nosso passado e que ficou esquecido por uns tempos. Podemos voltar para o encanto e a magia com os quais já convivemos, ou então para um novo estado de euforia e felicidade.

Vestir o xale é voltar para casa, para os braços da Mãe Terra; é voltar a ser amado. Tome seu Xale e sinta também a responsabilidade de amar os outros, de amar aqueles que se esqueceram de trilhar o Caminho Sagrado, que não encontraram ainda o Caminho de volta ao lar.

Cada franja do xale é rezada e forma um manto Sagrado de Orações. Rezamos e pedimos por Todas as Nossas Relações.

 

Long Dance - Dança Xamânica

Inspiração de Joseph Rael, “Beautiful Painted Arrow”, a Long Dance, desde 1980 reúne pessoas dispostas a olhar seus desafios como oportunidades de crescimento ao invés de obstruções do caminho.

Símbolos do sopro que varre a escuridão, os dançarinos circulam pela Roda de Medicina, trazendo do vasto e infinito Self ( fora do círculo ), inspiração e novas idéias para reavaliar suas crenças, valores e atitudes ( dentro do círculo ). Após uma Cerimônia de Purificação - INIPI ou Tenda do Suor - a Dança começa, no momento em que o sol se põe.

E pela noite adentro, até o nascer do sol, a dança se desenvolve ao som dos tambores e dos passos determinados dos dançarinos.

 

Oficina de Tambores Xamânicos

Tambores podem ser usados para conexão com os mundos espirituais. Tocar tambor é uma experiência espiritual.

Ninguém deve “bater” em um tambor e sim fazer o tambor falar com poder e convicção. Em inglês “beater” que seria “baqueta” é substituido por “drum stick”, varinha do tambor.

Ter um tambor é uma honra extrema e ele deve ser sempre tratado com o máximo de respeito. Preste atenção e verá, você vai tratar você mesmo, os outros e tudo o mais no mundo da mesma forma que trata seu tambor.Lembre-se o tambor representa o que você é e o que poderá se tornar.


Construindo tambores:

Ao fazer um tambor é importante consultar um xamã ou ancião. Diferentes áreas têm diferentes maneiras de criar um tambor. Você não pode vender ou trocar o primeiro tambor que fizer. Você pode doar porém sem esperar nada em troca.

Quando for fazer um tambor você não pode trabalhar com sentimentos negativos (como a raiva por exemplo). Primeiro lide com o sentimento e depois volte ao trabalho.Crie tambores com honra, integridade, paz e dignidade, assim o tambor vai guardar tudo o que faz as pessoas especiais, então, quando o tambor falar, vai trazer à tona todos esses valores.


“Meu Tambor não é feito de um pedaço de madeira, um pedaço de couro e trabalho manual. É feito de uma parte de uma árvore, uma parte de um cavalo e trabalho espiritual e, tendo a árvore, o cavalo e o artesão um espírito, meu tambor também tem vida”.

Marcus Fraga